ELEIÇÕES 2020

Chapa 1 garante vitória expressiva com maioria absoluta de votos

ELEIÇÕES 2020

Apuração transcorreu tranquilamente com a presença de ambas as Chapas concorrentes

Com duas chapas inscritas para concorrer ao mandato da diretoria de 2020 a 2024, o Sindicato dos Metalúrgicos de Jaguariúna, Amparo, Pedreira, Serra Negra e Monte Alegre do Sul, o SindMetal, encerrou o processo eleitoral no dia 10 de julho de 2020.
Com 65,8 % dos votos válidos, a Chapa 1, integrada pela atual diretoria do SindMetal e apoiada pela Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) consagrou-se eleita pelos associados, frente à Chapa 2 que obteve 34 % dos votos e que foi apoiada pela Central Única dos Trabalhadores (CUT). A coleta de votos foi realizada com urnas itinerantes nas fábricas e também com urnas fixas nas 3 sedes do SindMetal, nos dias 9 e 10 de julho de 2020.
Eleito para um novo mandato novamente, José Francisco Salvino – Buiú, atual presidente do SindMetal, explica que a eleição transcorreu conforme o esperado, com grande número de associados participando e fazendo valer sua vontade. “Nós fizemos uma ampla divulgação da eleição previamente em cartazes, boletins e jornais e dispusemos equipes para levar as urnas em todas as fábricas. Queríamos que todos os trabalhadores pudessem ter a chance de optar e, mesmo com as restrições da pandemia de covid-19 (Corona Vírus), tomamos as precauções exigidas e percorremos todos os lugares”, conta Buiú.
Ele explica que o processo de coleta de votos foi todo executado com representantes das duas chapas inscritas para que não houvesse dúvidas quanto ao resultado. “Achamos que tem que decidir sobre quem os representará são os próprios trabalhadores. Por isso fizemos todo o processo com acompanhamento de membros da Chapa 2 e da CUT também, conforme determinado em nosso Estatuto.
Para o novo mandato, Buiú promete ampliar algumas áreas de atuação do Sindicato, como a luta pela Participação nos Lucros e Resultados (PLR). “Desde que assumimos o SindMetal em 2010, esta diretoria está empenhada em trazer novas empresas para negociar a PLR e também melhorar os valores nas que já negociamos ainda em meio à crise. Entendemos a situação do País mas não são os trabalhadores que tem que pagar essa conta”, afirma o presidente, explicando que também a diretoria tem tido postura firme durante as negociações salariais, mesmo com a Reforma Trabalhista precarizando o trabalho. “Nós blindamos nossos trabalhadores contra a agressiva reforma através das Convenções Coletivas de Trabalho, mantendo direitos que foram retirados por esta reforma e ampliando alguns além do que é exigido pela legislação trabalhista vigente, isso tudo só foi possível com o amplo apoio que recebemos dos trabalhadores da nossa Base, sempre dispostos a enfrentar os patrões durante as negociações”.
A eleição teve a participação de Adilson Araújo, presidente Nacional da CTB e outras entidades sindicais. Participaram e apoiaram a eleição do SindMetal ativamente os Sindicatos dos Metalúrgicos de Betim (MG), do Rio de Janeiro (RJ), Caxias do Sul (RS) e de Itatiba (SP), assim como o Sindicato dos Condutores de Americana (SP) e outros companheiros de Campinas, São Paulo e ABC (região metropolitana da capital paulista) formando um numeroso grupo de trabalhadores lutando para garantir a democracia no processo eleitoral. A manutenção da atual diretoria, sempre compromissada com seus trabalhadores, serve ao mesmo tempo para garantir as conquistas e manter afastadas pessoas que possuem interesses não definidos em nosso Sindicato, e este foi o grande diferencial como fator de mobilização de muitos apoiadores.

Fonte: Assecom SindMetal. Fotos: Tiago Maestro

 

Comentários