Mobilização

Dia Nacional de Mobilização dos Metalúrgicos em todo o Brasil

100 x 50

O  SINDMETAL de Jaguariúna e região realizou no dia 14 de setembro, Dia Nacional de Mobilização dos Metalúrgicos em todo o Brasil, assembleias na empresa Flextronics localizada na cidade de Jaguariúna. Com aproximadamente 3800 trabalhadores divididos em 3 turnos de trabalho, é a maior empresa da base. Produzindo os produtos eletrônicos da marca MOTOROLA (Smartfones e celulares) conta ainda com algo próximo de 1000 terceirizados. Em sua grande maioria os profissionais que ali trabalham são mulheres e jovens.

100 x 50

Foram abordados na assembleia os itens que tanto tem afligido aos trabalhadores de todas as categorias: A REFORMA TRABALHISTA.

A Diretoria do Sindicato deixou clara sua posição em relação as mudanças que ocorrerão a partir de novembro de 2017. Destacou a mobilização entre os metalúrgicos que neste dia paralisam fabricas, fazem passeatas, atos públicos e mesmo greves em algumas empresas Brasil afora.

130 x 65

O Presidente do SINDMETAL, José Francisco Salvino, o Buiu convocou os trabalhadores para as assembleias que foram realizadas no dia 15/09 (sexta feira) na sede e subsedes do Sindicato.

Ao falar sobre a CAMPANHA SALARIAL, e a data base da categoria destacou: “O Sindicato devera em sua PAUTA DE REIVINDICAÇÃO, reafirmar a posição da categoria que discorda radicalmente das alterações que foram feitas na CLT (Consolidação da Legislação Trabalhista). As alterações, fruto das artimanhas e armações do Governo Golpista comandada por Michel Temer e seus cúmplices lesa em profundidade conquistas acumuladas por dezenas de anos pelos trabalhadores brasileiros. O leque de direitos subtraídos, alterações, mesmo as tais novidades, só visam prejudicar e jogar aos trabalhadores em situações de relação precária de trabalho.

Não podemos jamais aceitar que as mudanças aprovadas pelos deputados e senadores, em grande parte patrões, venham a ser implementadas contra aos direitos universalmente reconhecidos dos que integram o universo dos trabalhadores brasileiros.

Nossa pauta de reivindicações reafirma o que temos ouvido nas portas de fábrica e tem sido dito pelos trabalhadores no “chão de fábrica”: NENHUM DIREITO A MENOS, lutar para conquistar”.

As manifestações de apoio a fala do Presidente e demais oradores foram claras: VAI TER LUTA.

Fonte: Assecom SindMetal / Joaquim Amorim Foto: Tiago Maestro

Comentários