28 de abril

Fórum das centrais debate saúde do trabalhador na Alesp na segunda (29)

Deputado Teonilio Barba (PT-SP) atendeu ao pedido das centrais para debater, na casa do povo, os impactos das medidas de Bolsonaro na saúde do trabalhador e da trabalhadora

teste 2

Na próxima segunda-feira (29), em menção ao dia 28 de abril – Dia Mundial em Memória as Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho e contra os retrocessos sociais do presidente Jair Bolsonaro (PSL), o Fórum Nacional das Centrais Sindicais em Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora (FNCSTT) realizará uma Audiência Pública na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.

Segundo dados do Observatório Digital de Saúde e Segurança, resultado da parceria entre o Ministério Público do Trabalho, Organização Internacional do Trabalho (OIT) e a Universidade de São Paulo (USP), entre 2012 e 2018, ocorreram mais de 4,5 milhões de acidentes de trabalho no Brasil e 16.736 óbitos registrados pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Em 2019, o Brasil registrou seu “maior acidente de trabalho”, com o rompimento da barragem da Mina Córrigo do Feião, em Brumadinho, que vitimou 304 trabalhadores e trabalhadoras, sendo 216 mortos identificados e 88 desaparecidos/as, além de contaminar o Rio Paraopeba, um dos afluentes do Rio São Francisco, inviabilizando a vida das pessoas e dos ecossistemas.

As medidas adotadas pelo ilegítimo de Michel Temer (MDB-SP) e aprofundadas pelo governo de extrema direita de Jair Bolsonaro (PSL) desconsideram esse cenário e propõem ampliar ainda mais as precárias, degradantes e insalubres condições de trabalho, que podem levar a um aumento dos índices de adoecimento, acidentes e mortes de trabalho.

Segundo a secretária da Saúde do Trabalhador da CUT, Madalena Margarida, “a audiência pública é para promovermos um amplo debate sobre a promoção e proteção da saúde dos trabalhadores e das trabalhadoras”.

A audiência pública terá a contribuição e participação de parlamentares, de representantes do Ministério Público do Trabalho, da Associação Nacional de Medicina do Trabalho, da Associação Brasileira de Saúde dos Trabalhadores e das Trabalhadoras, dos Conselhos e Comitês de Direitos Humanos, Dieese, entre outras organizações importantes na luta pelos direitos da classe trabalhadora.

Serviço

Audiência Pública em memória as Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho

Dia: 29 de abril

Local: Na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) – Av. Pedro Alvares Cabral, 201 – Ibirapuera

Horário: das 9h às 13h

Escrito por: Redação CUT

Comentários