Mundo

Inteligência artificial substituirá 80% dos médicos nos próximos anos

Através do Deep Learning, a inteligência artificial está transformando o mundo da medicina!

shutterstock_732027613-702x336

“Se você é um especialista em diagnósticos ou está estudando para ser um, você terá problemas. O mercado está sofrendo uma profunda transformação e você terá um concorrente desleal: o computador”. Essas foram as palavras de Marcus Peixoto, especialista em Machine Learning da NVIDIA, maior fabricante de placas GPU do mundo, durante uma visita à sede da empresa no Vale do Silício.

Apesar da inteligência artificial existir há décadas, nos últimos anos o avanço da capacidade de processamento de dados desencadeou uma revolução sem precedentes. Máquinas alimentadas por redes neurais resolvem com facilidade problemas muito complexos para seres humanos. Elas são capazes de efetuar milhares de cálculos e analisar milhares de imagens em segundos, e se desenvolvem com seu próprio uso.

Segundo a NVIDIA, imagens como ressonância magnética, tomografia computadorizada e raios-X estão entre as ferramentas mais importantes para os médicos em seus diagnósticos que vão desde pequenas lesões até doenças cardíacas e câncer. No entanto, a análise de imagens e diagnósticos podem muitas vezes ser um processo difícil e demorado para humanos. Pesquisadores e startups estão usando o deep learning acelerado por GPU para automatizar as análises e aumentar a precisão dos diagnósticos.

Sem dúvida, a inteligência artificial está promovendo uma onda de progresso social inigualável desde a revolução industrial.

Quer conhecer mais sobre inteligência artificial e outras tecnologias que estão irão transformar o setor de saúde?

Por Felipe Giannetti

Correspondente da StartSe no Vale do Silício

Comentários