Nanotecnologia

Lançada história em quadrinhos sobre nanotecnologia no setor metalúrgico

CAPA_20190829093706

A Fundacentro, por meio do projeto Nanotecnologia, acaba de lançar a história em quadrinhos (HQ), edição 6, sobre Nanotecnologia no setor metalúrgico: fabricação de autopeças.

A idéia para a elaboração da HQ no setor metalúrgico surgiu em virtude das ações em conjunto realizadas pela Fundacentro e o Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo e a necessidade de criar um material didático que falasse sobre o tema.

A exemplo das outras 5 edições anteriores, a cartilha mantém sempre uma mesma linha de comunicação entre trabalhadores de uma determinada empresa, onde o diálogo serve para elucidar os riscos presentes no uso da nanotecnologia.

Com 24 páginas no idioma português, nessa edição, 3 trabalhadores conversam sobre o uso da nanoprata no setor metalúrgico, falam dos riscos das nanopartículas e o conceito da indústria 4.0 e como irá mudar as atividades exercidas pelos trabalhadores.

O crédito para a argumentação e roteiro da HQ vai para Daniel Esteves que manteve de forma lúdica, a conversa entre Gabriel e Antonio, personagens que tentam compreender como é a produção de peças na metalurgia.

Para Arline Arcuri, pesquisadora da Fundacentro e coordenadora do projeto Nanotecnologia, as histórias em quadrinhos, além de terem sido criadas para atender diversos setores econômicos, foram usadas como material de capacitação. “A HQ 2 era usada como material didático no Sindicato dos Químicos e as 4 primeiras edições estão disponíveis nos idiomas português, inglês e espanhol”, destaca.

As HQ,s, além de terem sido apresentadas e divulgadas no Brasil foram distribuídas em eventos realizados na África do Sul, Alemanha, Japão, México e Argentina.

Para o futuro, a pesquisadora sinaliza para a edição da HQ7 que será sobre material nanoencapsulado no setor agrotóxico.

Coordenada pela Fundacentro, a HQ6 tem a participação da CNM/CUT: Mauro Sérgio Gaioto. Dieese: Ana Yara Paulino e Thomaz Ferreira Jensen. Diesat: Eduardo Bonfim da Silva, Gilberto Almazan e Persio Dutra (Peninha). Fiocruz/Cesteh: William Waissmann. IIEP: Sebastião Lopes Neto. Renanosoma: Paulo Roberto Martins e Richard Dulley. Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo e Mogi das Cruzes: Adonai Ribeiro, Bruno Florentino Oliveira, Luis Carlos de Oliveira e José Francisco Campos. Sindicato dos Metalúrgicos de Jaguariúna e Região: Eduardo Martinho Rodrigues e Tiago Maestro de Souza. Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região: Marcelo Mendes. SRTE/SP: Mario Simões Mendes Junior.

Acesse na integra a história em quadrinhos.

Edições anteriores

Em 2008 foi criada a primeira HQ “Nanotecnologia: O transporte para um novo universo”, disponível nas versões em inglês, português e espanhol.

Em 2010, nascia a segunda HQ voltada para o setor químico, intitulada: “Nanotecnologia: maravilhas e incertezas no universo da química “, disponível nos idiomas inglês, português e espanhol.

A terceira HQ, voltada para o setor da construção foi criada em 2013. No mesmo ano, foi lançada a HQ4 voltada para o uso da nanotecnologia no campo. Ambas estão disponíveis nos idiomas inglês, português e espanhol.

Já em 2015, o foco foi compreender como a nanotecnologia vem sendo empregada no setor alimentício, lançando a HQ “Nanotecnologia nos alimentos”. E, por fim, a HQ do setor metalúrgico, finalizada em 2017 e disponibilizada ao público em 2019.

Faça o download de todas as histórias em quadrinhos.

Ações para 2019

Em reunião realizada em 21 de agosto, na sede da Fundacentro em São Paulo, servidores da Fundacentro, Renanosoma, Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região (Sindmetal) e Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo e Mogi discutiram sobre as ações no campo da nanotecnologia para 2019.

Uma das pautas levantadas foi a criação de um Observatório em Nanotecnologia, coordenado pela Fundacentro, com a participação de outras instituições, onde o objetivo será reunir informações, estudos e propostas de ações na área da nanotecnologia.

Outro aspecto debatido foi a realização de trabalho conjunto com o Crea, a fim de capacitar engenheiros agrônomos para que possam compreender como a nanotecnologia vem sendo aplicada no uso dos agrotóxicos.

Participaram da reunião por videoconferência, os servidores e integrantes do projeto Nanotecnologia, Valeria Ramos Pinto e José Renato Alves Schmidt da Fundacentro (Centro Estadual de Santa Catarina).

Por Fundacentro/ACS-Alexandra Rinaldi

Comentários