Notícias

Editorial

Menos juros, mais produção

Menos juros, mais produção

Falta de responsabilidade fiscal é sangrar o os cofres públicos em centenas de bilhões de reais com pagamento de juros para 0,05% da população

A alta do dólar e a queda da Bolsa são frequentemente atribuídas às críticas de Lula sobre os juros elevados. Embora a economia tenha mostrado crescimento, a alta dos juros beneficia os rentistas, um grupo de bilionários que lucram com as taxas (Selic) estabelecidas pelo Banco Central, às custas do erário público e da sociedade. Esses rentistas se opõem às despesas em áreas sociais, como saúde e educação, argumentando que prejudicam a responsabilidade fiscal, enquanto os verdadeiros parasitas são eles, que drenam centenas de bilhões de reais anualmente.

A aproximação do fim do mandato de Roberto Campos no BC preocupa os rentistas, que temem a redução dos juros e a perda de ganhos financeiros. Por outro lado, a maioria produtiva do país busca juros mais baixos para favorecer a economia e o emprego. O país enfrenta uma decisão crítica entre ceder aos interesses dos rentistas ou promover o crescimento e valorização da produção e dos trabalhadores. O movimento sindical defende “Menos juros e mais produção!”.

Acesse a matéria completa AQUI

Compartilhe nas Redes

Ver outras notícias

DESAFIOS FUTUROS E CONJUNTURA: SINDMETAL PARTICIPA DO ENCONTRO ESTADUAL DA CTB SP
Notícias
11/07/2024

DESAFIOS FUTUROS E CONJUNTURA: SINDMETAL PARTICIPA DO ENCONTRO ESTADUAL DA CTB SP

Na manhã desta quinta-feira (11/7), a sede da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) em São Paulo se

Leia mais
PLR 2024 É APROVADA NA INBRASC JAGUARIÚNA
PLR APROVADA
21/06/2024

PLR 2024 É APROVADA NA INBRASC JAGUARIÚNA

Mais uma negociação de Participação nos Lucros e Resultados – PLR foi concluída na base metalúrgica e em assembleia realizada

Leia mais

Sindicato Dos Trabalhadores Nas Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas E Materiais Elétricos
De Jaguariúna, Amparo, Pedreira, Serra Negra E Monte Alegra Do Sul - Sindmetal